A montanha

Ao subir a montanha, desci no meu ego
O canto do passarinho em mim foi eco
E eu nem sabia quem era, até agora
Eu nem fazia ideia, mas chegou a hora

Por isso, deitei na grama e vi o céu
Por isso, abri a boca e senti o mel
E eu nem esperava algo tão doce
Eu nem fazia ideia seja do que fosse

E ao me levantar, a montanha desceu
O vento esfriou e meu sangue aqueceu
E eu nem pensei mais em desistir
Eu nem fazia ideia que a dor não é existir

Voltei a caminhar e as árvores balançaram
Senti o perfume que as flores lançaram
E eu nem sabia qual trilha deveria usar
Eu nem fazia ideia que bastava continuar.