A próxima parada

Ô cobrador, a próxima é a cardíaca? Quê? A próxima parada, é a parada cardíaca? Tá doido, rapaz? Ué, eu preciso descer na parada cardíaca, tá aqui ó… Mostra o papel. Tendi, é que quase ninguém quer parar lá, a gente até costuma passar direto. Geralmente é gente mais idosa que desce praqueles lado. Eu sei, mas esse busão tem um destino final, não tem? Tem, sim… Então, o meu destino final não é o destino final do busão, é na parada cardíaca. É a próxima, sim, mas eu se fosse você, teria descido uma antes, no estresse, e aproveitaria pra ir caminhando até esse endereço aí, quem sabe mudaria de ideia, dizem que tem um caminho cheio de paisagem bonita entre os dois, mas que só vê quem tá disposto a mudar de caminho. Sei, mas se me escreveram esse endereço, eu não deveria ir até ele? Eu não iria, mas tô aqui apenas pra cobrar as pessoas, né? Quem sou eu pra dizer algo? Aperta o sinal. O ônibus para, ele desce, o cobrador faz o sinal da cruz.