Lobo-psico-tomia

Crânio perfurado. Entre sulcos e fissuras, o ar circula. Entre um lobo e outro, a personalidade se define. Autocanibalismo: sentimento não se serve em bandeja a menos que os dedos sejam lambidos no fim. Toda carne para de sangrar, ainda que seja sagrada, e o coração não passa de cérebro gangrenado. Autopsicose: encontrar as várias formas do ser refletidas em um único espelho e quebrá-lo. Toda alma para de reencarnar, ainda que seja imperfeita, e o corpo não passa de estrutura falha. Crânio calcificado. Suturas e cacos no lixo.