Pena

silence

Eu não vou bater na sua porta
vou morder meus lábios
pra não dizer que tenho saudades
porque, em parte, seria mentira
uma desculpa pra voltar ao conforto
do desconfortável abraço seu
que não abraça, só se abre
solta por egoísmo
dizendo ser lição de independência
o que é pura megalomania
Não vou dizer que já mudei
pois há uma química forte em mim
vou cruzar os braços
pra não te estender as mãos
por pena do que você acha que é
e ainda não percebeu que não pode ser
Vou deixar em silêncio
tudo o que ainda quero dizer
já que alguns tons você não ouve
e algumas palavras você desconhece
tal qual ignora o amor e a empatia