Retina

O que você viu nos meus olhos, além da cor e do formato deles? Viu toda a tristeza que não conto para ninguém? Viu toda a pureza que choro sem reconhecimento? Que emoção te causaram meus olhares resignados? Quais medos você descobriu quando desviei meu olhar? Quantas alegrias deu para perceber quando minhas pálpebras se movimentaram? E quando fechei os olhos, você entendeu quem fui? Pois meus olhos abertos mostram quem eu serei, ainda que vermelhos de tanto chorar. O que eu não vejo é o que me define, por isso quero saber o que você vê em mim, nos meus olhos. O que você viu, eu não sei, mas não me vejo além da minha história e isso me cega.