Rima óbvia

love

Agora que as palavras me cabem
me pergunto: sobre o que eu falava?
não era amor, porque hoje
entendo o sentimento
como isento de tristeza
não era amor, porque hoje
entendo o sentimento
como isento de medo
não era amor, porque hoje
entendo o sentimento
como isento de possessão
não, com certeza
eu não falava de amor
quando escrevi que amava
eu doía
quando escrevi que queria
eu chorava
então não,
não era amor
pode ter sido antes
mas depois, virou algo
que não sei nomear
além da rima fraca
além da obviedade
de dizer que era dor