Um sopro

wind

O vento gelado da manhã de verão
arrepia minhas pernas cruzadas:
um sinal da vida dizendo que,
tal qual o vento,
ela esquenta e esfria e voa e arrepia
mas, principalmente, passa;
é um momento e logo se esvai…

a escolha é minha:
me deixo arrepiar
ou fecho a janela?